quarta-feira, 11 de abril de 2012

EU AMO


Seria engraçado até, caso não fosse tão importante, a forma como as coisas vão acontecendo em nossas  vidas e vão nos transformando de tal forma que acabamos pensando que nos transformamos em outra pessoa e vem o pensamento aonde eu fui parar? Cadê aquela pessoa que fui?
Quando eu me imaginei matando uma barata? Coisa idiota e sem importância não fosse o comentário do meu filho, espantado... Eu matei várias nos últimos dias...
E coisas que ficava esperando outra pessoa fazer e agora vou e eu mesma tento fazer, me irrito choro, mas vou tentando, até que consigo e vem uma satisfação e um baita orgulho de mim mesma e vou vendo o quanto posso o quanto sou capaz.
E se minha vida mudou completamente eu também estou mudando, pois quando pensamos que tudo está bom como está e as coisas vão indo bem, um tsunami invade a tua vida tira tudo do lugar, não sobra nada e você pensa que está só e perdida aí descobre a “FORÇA” que possui e que todo mundo sabia, só você mesma que não, e utilizando essa força começa a escalar novamente com a certeza que um dia chegará ao cume novamente e que o melhor não precisará de ninguém para te completar, pois já está plena, se vier alguém será apenas um plus na tua vida, porque ela não depende de nada e de ninguém para ser feliz e realizada.
Aí fico pensando, nós mulheres somos tão bobas, tão inseguras, achando que nossa felicidade e realização depende de um status de relacionamento: CASADA, no meu caso, nem casada eu era... Nós não precisamos disso. E tive a grata alegria de descobrir que há muita vida depois da separação. Que é idiotice nossa ficar se apegando a migalhas de um relacionamento incompleto, onde não há carinho, compreensão, companheirismo, onde só existem cobranças e criticas e tudo o que você faz nunca é o bastante... Não precisamos disso, definitivamente não. Sabem o que precisamos? Precisamos de alguém que nos diga “você é capaz eu acredito em você e se você falhar eu estarei aqui, te darei meu ombro e o meu carinho para te consolar”, com carinho e afeto.
E o melhor é saber que não está sozinha, que tem família, pessoas que te amam, que tem amigos que te querem bem e feliz, pura e simplesmente, porque te amam e não precisam de motivos para te amar. Eu sou abençoada, tenho Jesus em minha vida, tenho dois filhos que não tenho palavras para descrever, tenho família (uma família maravilhosa) que precisou tanta dificuldade pra descobrir um cunhado-irmão e uma irmã-mãe, lindos que amo, e tenho amigos, amigos que não há adjetivos para descrever, antigos e novos e até um especial que me dá carinho e força quando eu menos espero...
Mais que um desabafo, isso é uma declaração de amor às pessoas que me cercam e apesar da minha fraqueza em alguns momentos não me abandonam.
Amo todos vocês.

4 comentários:

bartolog disse...

E não importa a distância, amizade não se mede em metros, e desejo sempre que esta garra, que já é sua marca registrada, perdure e reine absoluta sobre qualquer momento que tiver para baixo! E lembre-se: ainda não tirei sua sorte de abril!! RS

kbritovb disse...

muito muito bom
parabéns

JP Josué Rocha disse...

Ow gostei muito das postagens... Bem criativas... parabéns..
Nova post lá no blog, passa lá.
http://jpbigblog.blogspot.com.br/

JP Josué Rocha disse...

Ow gostei muito das postagens... Bem criativas... parabéns..
Nova post lá no blog, passa lá.
http://jpbigblog.blogspot.com.br/